Criaturas

 

Bodal

 
 
Bodal
Bodal
Google Imagens

O problema do Bodal é que o Bodal tem problemas

Background

Bodal é um Zelador do Outro Mundo e o principal Gerente de Logística de sua Tribo.

Nome

Bodal, originalmente chamado Bodla, do Bengalês Badalā (বদলা), significa Vingança, um clichê amplamente conhecido como motivador de mordomos que se revelam como os culpados em estórias de mistério — um conceito normalmente atribuído a Mary Roberts Rinehart com seu romance de 1930 A Porta Secreta — combinando com a atribuição original de Bodal como mordomo, zelador e faz-tudo no Castelo Bodhran.

Teóricos da conspiração podem ir mais além nessa linha de raciocínio dizendo que seu nome poderia, então, vir também da união das palavras do Inglês Antigo boda, que significa mensageiro, enviado, arauto, apóstolo, anjo, com al, que significa fogo. Uma teoria que fica interessante se cruzarmos referências com uma tradução alternativa em Hindu para seu nome, badal (बदल), que significa mudança, ou, como sinônimo idiomático, substituto, no sentido de uma pessoa que aprende o papel — ou trejeitos — de outros para agir como seus substitutos e, então, nós temos o pequeno carinha verde como um agente infiltrado do Submundo — lembrem que Chaor “por acaso” sabia sobre o novo Equipamento de Batalha do Outro Mundo, o forçando a invadir a Cidade Kiru em pessoa durante os eventos do Episódio que foi ao ar em duas partes Guerreiros de Chaor.

Se a forma como ele é retratado na Animação lhe agrada mais, ele poderia, então, ser um desertor do Submundo que abandonou sua Tribo para se tornar do Outro Mundo.

Aparência

Bodal se assemelha a um alien verde brilhante, baixinho e bastante magro com uma cabeça alongada, ligeiramente achatada dos lados com uma pequena protuberância no topo, uma maxila e queixo bastante proeminentes e sem lábios. Ele é careca, com três joias azuis bem escuras, verticalmente alinhadas em sua enorme testa, similar a um Bindi (बिंदी) Hindu, duas sobrancelhas curvadas, olhos redondos com pequenas íris vermelho-escuras e pálpebras pesadas em cavidades oculares profundas, maçãs do rosto bastante expostas levando a bochechas afundadas e um pequeno nariz quase esmagado.

Ele está sempre elegantemente vestido com uma roupa azul-petróleo de gola alta, com bordas e ornamentos dourados em estilo T’ai chi ch’üan, porém mais compridas na parte de trás, como um fraque; calças bufantes vermelho Sangria e sapatos pontudos de solado dourado como os de um bobo da corte.

Na Animação, a partir da Invasão M’arrillian, a aparência de Bodal fica mais próxima da Arte Conceitual de sua Carta, menos exagerada e mais proporcional, com uma cabeça menor, porém ligeiramente mais achatada, sem a protuberância no alto, pele num tom de verde suave, joias menores em sua testa, agora também reduzida. Suas cavidades oculares ficaram bem menos profundas, as bem pequenas íris de seus olhos agora são rosas-escuras, seu nariz tem um melhor formato e sua maxila foi aumentada, ficando longa o bastante para combinar com um novo par de lábios verdes como ervilhas, tendo uma faixa azul-safira moderadamente larga pintada verticalmente em seu queixo como toque final.

Suas roupas mudaram um pouco também, já que agora ele parece vestir uma tabarda decorada por baixo da peça principal.

Personalidade e Comportamento

Bodal é um extremamente importante, porém extremamente subvalorizado servo do líder do Outro Mundo, Maxxor, de quem ele sempre desajeitadamente tenta chamar atenção. Com uma personalidade… encantadora, ele é excessivamente convencido e tremendamente conversador, e se você acidentalmente der a ele uma brecha, Bodal com certeza irá detalhar cada aspecto, por menor que seja, do seu trabalho como Gerente de Logística do Arsenal do Outro Mundo, o maior depósito de Equipamentos de Batalha no Outro Mundo. Tagarela por natureza, graças a esse seu… talento em comunicação, informações cruciais são frequente e imperceptivelmente vazadas em meio a uma torrencial falação desenfreada.

Egocêntrico por seu intelecto superior, Bodal é arrogante e mandão com aqueles sob seu comando, como seu assistente Olkiex, de quem ele frequentemente leva crédito, e não admite sob nenhuma circunstância ser contrariado por aqueles menos respeitáveis, confiáveis, honestos, pragmáticos e meticulosos que ele mesmo, mesmo se ele estiver realmente errado, como visto durante uma discussão que ele teve com Tom Majors, um, até então, refugiado, trabalhando para ele no Arsenal, durante os eventos de Um Perigo Raro.

Apesar disso, há de se concordar que ele é bom no que faz — ou, pelo menos, no que manda os outros fazerem — afinal, sem manter os Equipamentos de Batalha funcionando, não haveria lutas, apenas massacres.

Combate
Bodal
Google Imagens
Raridade
Energia
Mugicians
Comum
45
1
 
 
 
 
40
40
80
60
Elementos
 
 
 
 
Biografia
Sexo
Masculino
Altura
1.57 m
Peso
56.6 kg
Cor dos Olhos
  • Vermelho Escuro
Pele
  • Verde Brilhante
Lealdade

Bodal pode não parecer próprio para combate, mas, olhando através da decepção de suas Disciplinas, o pequeno pode sim causar um bom estrago. Como ele não tem nenhuma afinidade Elemental, ele se dá melhor com Ataques como Chicote de Víboras cujo dano pode ser aumentado ainda mais se ele estiver carregando sua adaga pessoal. Mas como Gerente de Logística de um Arsenal, Bodal tem a sua disposição uma enorme variedade de Equipamentos de Batalha com os quais pode melhorar sua capacidade de combate, como a Mortalha da Tempestade de Areia que o permitiria, por exemplo, tirar o máximo de um Funil de Turbulência; ou, talvez, uma Orquídea D’água com a qual ele poderia congelar quase qualquer inimigo com uma Tempestade Supercongelante.

E, se tudo o mais falhar, sua aparente inaptidão para batalha também pode ser um tipo de última esperança, já que com um Golpe de Sorte Bodal pode colocar até mesmo a forma mais poderosa de Aa’une, o Avatar visto na batalha final durante os eventos de Legiões de Aa’une, de joelhos — bom, se ele tivesse joelhos.

Além disso, o papel geralmente de apoio daqueles do Outro Mundo, se aplica de forma contrária ao Bodal, fazendo com que ele se beneficie da sabedoria de batalha de seus companheiros de Tribo em invés de ele proporcionar algum tipo de assistência.

Pesquisador da Broca Flamejante
Bodal — Pesquisador da Broca Flamejante
Arquivo
Raridade
Energia
Mugicians
Super Raro
30
1
 
 
 
 
50
20
80
30
Elementos
 
 
 
 
Biografia
Sexo
Masculino
Altura
1.57 m
Peso
56.6 kg
Cor dos Olhos
  • Rosa Escuro
Pele
  • Verde Prado da Montanha

Na Animação, durante os eventos de Raznus Retorna, logo antes de Raznus e Odu-Bathax acidentalmente invadirem o Arsenal do Outro Mundo com um pequeno exército de Mandiblors em sua missão de sobrevivência para encontrar um novo lar para os Danians — já que os M’arrillians haviam envenenado as águas do Reservatório da Colina dos Pilares — Bodal e seu assistente Olkiex estavam trabalhando em um Equipamento de Batalha enorme capaz de quebrar as ligações moleculares de qualquer componente sólido. Como o obviamente autoimposto líder do projeto, entra em cena, o Pesquisador da Broca Flamejante.

Mais fraco, mais lento e menos resiliente, a primeira vista o Pesquisador da Broca Flamejante parece ser uma Criatura ainda pior. No entanto, mais uma vez, é um tudo uma questão de perspectiva, porque agora este Herói do Outro Mundo maximiza completamente sua experiência em gerenciamento de Equipamentos de Batalha.

Mesmo que ele dificilmente possa fazer algo sozinho, enquanto entre companheiros capazes ou dispostos a proporcionar a afinidade Elemental necessária para energizar e calibrar sua criação massiva em um esforço colaborativo, Bodal é capaz de desarmar oponentes assim como rearmar seus companheiros de luta de uma forma virtualmente infinita. Embora não seja uma tarefa fácil, com os recursos certos, é uma habilidade bastante engenhosa — e algumas vezes considerada exageradamente poderosa — especialmente se ele tiver o poderoso Droskin escondido em algum lugar do seu Arsenal.

Na Animação

Essa inesperada proeza de combate de Bodal foi demonstrada por um ângulo diferente — e menos convincente — durante os eventos de O problema do Bodal… em que ele, personificado por Tom Majors, derrota o Tangath Toborn de Agro999 ao se mover muito rapidamente por toda Cidade Kiru através de seu complexo de túneis subterrâneos, vencendo seu oponente pouco a pouco, um pequeno Ataque de cada vez.

Bodal também ajudou indiretamente Tom a encontrar Maxxor, escondido no Pântano Gloomuck, durante os eventos de Herói Caído. Um serviço prestado sem o qual, talvez, inconsciente da situação, Najarin não poderia ter planejado interceptar seu amigo no Labirinto de Linsic, o que poderia por o Outro Mundo em grande perigo — ou não, já que, ignorantemente, Lord van Bloot sequer sabia exatamente como o Mugic Decomposição que ele havia lançado em Maxxor funcionava.

Participações

Bodal aparece, em Perim ou em Chaotic, nos seguintes episódios: