Locais

 

Colina dos Pilares

 
 
Colina dos Pilares
Colina dos Pilares
Google Imagens

A terra natal dos Danian oferece suporte vital à parte superior do Submundo, o que explica o porquê de Chaor ter resistido em demoli-lo

Background

Localizada a leste da Floresta da Chuva Eterna e ao sul das Portas das Minas Profundas, a Colina dos Pilares é um dos sete poderosos Pilares que sustentam o teto do Submundo, juntamente com1 Castelo dos Pilares, Pilar de Gelo, Pilar de Jade, Pilar de Ferro, Pilar de Pedra e o Pilar de Madeira.

Apesar do nome, a Colina dos Pilares não apenas um simples Pilar. A terra natal dos Danians se assemelha a um gigantesco formigueiro com um complexo de colinas de diferentes tamanhos e túneis aparentemente intermináveis que se estendem por vários quilômetros no subsolo. Completamente fortificada, a Colônia é protegida paranoicamente, especialmente próximo da colina central onde se localizam os aposentos da Rainha.

Mas diferentemente de um formigueiro real, a Colina dos Pilares é uma colônia de múltiplas espécies, com diferentes tipos de insetos vivendo hierarquicamente em um tipo de sociedade oligoginia, tendo, entretanto, Illexia, a Rainha Danian como sua governanta soberana. Ainda assim, como uma sociedade eusocial, os Danians são hierarquicamente estruturados em castas, e a cada um deles é atribuída uma pequena tarefa diferente, cientes de que todas as tarefas, não importando o quão pequenas sejam, quando bem feitas, significa muito e melhora cada aspecto da existência dos Danians.

1É incerto se o Pilar Entalhado e o Pilar de Vapor estão realmente anexados ao teto

Perim
Colina dos Pilares
Google Imagens
Colina dos Pilares
Região
Território Danian
Raridade
Raro
Iniciativa
Sabedoria

No coração de sua terra natal, o espírito de união entre os Danians é forte, instaurando inerentemente a Colônia. Aqui, a Criatura mais sábia tem o privilégio de atacar primeiro.

Reservatório
Reservatório da Colina dos Pilares
Região
Território Danian
Raridade
Comum
Iniciativa
Água

Todo Danian sabe que o reservatório é o manancial da vida e deve ser defendido até a morte

Água é vital para a maioria das formas de vida conhecidas. Para os Danians não é diferente e para o florescimento da Tribo, em algum momento de sua história, antes mesmo de erguer um Colônia, um manancial era necessário. Um desses momentos criacionais pôde ser visto durante os eventos de Círculo dos Perdedores quando Ajara, uma Batedora Mipedian, protegida pelo General Masaba e um pequeno exército, estavam em uma expedição de pesquisa, investigando zonas de desolamento onde a água estava desaparecendo da floresta que veio a ficar conhecida como o Deserto de Al’Mipedim.

Após Ajara ficar presa em um grande ponto de movediça enquanto tentava obter amostras do solo, ela — e dois intrusos que acabaram acompanhando sua equipe — caem por um buraco no chão e encontram um grande grupo de Danians alados parecidos com abelhas e mosquitos. Percebendo que aquelas Criaturas até então desconhecidas eram as responsáveis pelo desaparecimento de água, em uma explosão emocional ela revela sua posição à Makromil, um Guerreiro Danian presente no enxame, envolvendo-se, assim, no que possivelmente foi o primeiro confronto Danian-Mipedian da Perim Pré-histórica.

Enquanto é incerto se aquele manancial em particular deu origem ao Reservatório da Colina dos Pilares da atualidade, ele é inegavelmente uma parte vital da Colônia, do passado, presente e certamente do futuro, de onde todas as Criaturas podem beber vida, especialmente os Danians. Aqui, aqueles ninados pela Água, tem o privilégio de atacar primeiro.

Base de Operações de Nethu’ar
Reservatório da Colina dos Pilares, Base de Operações de Nethu'ar
Archive
Reservatório da Colina dos Pilares, Base de Operações de Nethu'ar
Região
Território Danian
Raridade
Raro
Iniciativa
Coragem

Na Animação, durante os eventos de Raznus Retorna, Raznus e Odu-Bathax acidentalmente invadem o Arsenal do Outro Mundo com um pequeno exército de Mandiblors. Após ser perseguido por Intress pelos túneis que os Danians fizeram, Raznus explica para Maxxor — que chegou bem a tempo de impedir que Intress fosse infectada por um Parasita Danian — que invadir a Cidade Kiru nunca foi sua intenção, que eles estavam em uma missão de sobrevivência para encontrar um novo lar para os Danians pois os M’arrillians, liderados pelo Capitão Neth’uar haviam estabelecido uma base de operações Reservatório da Colina dos Pilares, envenenando-o com águas intoxicadas.

A imundície instaurada não apenas favorecendo tanto os M’arrillians quanto seus Servos em combate, dificultando quaisquer formas de resistência, mas também trouxe uma nova ameaça para a briga, permitindo que Capitães ora derrotados ressuscitassem, vingativamente trazendo à tona o caos para o acerto de contas. Aqui, a Criatura mais valente — ou a mais ingênua — tem o privilégio de atacar primeiro.

Reconquista do Reservatório
Reservatório da Colina dos Pilares, Reconquistado
Archive
Reservatório da Colina dos Pilares, Reconquistado
Região
Território Danian
Raridade
Raro
Iniciativa
Danians

A força vital dos Danians é também a raiz do ódio dos Mipedians

Quando Maxxor, Chaor e Iparu derrotaram Aa’une no Lago Blakeer, a maioria dos M’arrillians retornaram para trás das Portas das Minas Profundas deixando todo dano causado para trás. O estado inabitável do Reservatório da Colina dos Pilares, porém, tornou impossível para os Danians retornarem a sua terra natal de imediato. Eles precisariam retomar seu manancial à força e isso significaria outra guerra, mas com a recente aliança desvendada com as outras Tribos, Odu-Bathax, Valanii Levaan, Katharaz, e o vingativo Klencka, agora livre do controle mental dos M’arrillians, e um exército de Mandiblors e soldados rasos do Outro Mundo, teriam uma chance de sucesso muito maior.

Após outro devastador confronto no campo de batalha com vasta oportunidade de dispersão de Parasitas Danians, Odu-Bathax teve sua luxuriosa e sangrenta vingança sob o Capitão Neth’uar e o Reservatório foi reivindicado com sucesso. Aqui, os filhos da Rainha Illexia têm o privilégio de atacar primeiro.

Embaixada do Outro Mundo
Embaixada do Outro Mundo na Colina dos Pilares
Região
Território Danian
Raridade
Incomum
Iniciativa
Sabedoria

Embora cercado com plantas oah e jij nativas de seu vilarejo, basta um olhar pela janela para que Raznus lembre-se de que está bem longe de casa

Embora sempre prontos pra batalha, o Outro Mundo sempre valorizou a diplomacia à contenda e por causa desse sentimento a Tribo nomeou Raznus como Embaixador do Outro Mundo aos Danians e a filha de Hune Canin, Kinnianne como Embaixadora aos Mipedians.

Fosse como sinal de boa fé ou com propósitos obscuros e nefastos, a Rainha Illexia concedeu a Raznus seu próprio escritório dentro das muralhas da Colina dos Pilares. Embora seja improvável que após os eventos de Perigos da Diplomacia, no qual os Danians infectaram Raznus com um Parasita Danian, este tenha mudado de lado, tornando-se assim Embaixador Danians ao Outro Mundo — afinal, quando a Assimilação se completou ele tentou assassinar Maxxor, o Local permaneceu intocado, embora, apesar da recente jura de lealdade à Colônia, retornar para lá possa ser doloroso para ele.

Independente disso, A Embaixada sempre foi um lugar de diplomacia e já que conduzir negócios enquanto uma metamorfose brutal está mudando a fisiologia de alguém é não apenas perigoso, mas também improdutivo, toda Criatura é purificada da influência dos Parasitas Danians ao entrar lá. Aqui, a mais sábia — ou a mais estúpida — das Criaturas tem o privilégio — ou a indecência — de atacar primeiro.

Portão da Rainha
Portão da Rainha
Google Imagens
Portão da Rainha
Região
Território Danian
Raridade
Comum
Iniciativa
Velocidade

"Você ouviu alguém se mexendo? Você viu alguma coisa se mexendo? Acho que acabei de tocar alguma coisa se mexendo..."

Não importa o quão importante a tarefa à qual um Danian tenha sido designado seja, proteger a Rainha é a mais lata prioridade. E independente de toda segurança rígida em vigor na Colina dos Pilares, apesar da frágil, embora mutuamente benéfico, acordo de não-agressão com o Submundo, os Danians vivem preocupados com uma possível investida surpresa dos Mipedians, que ainda nutrem profundo ódio pelo que seus ancestrais fizeram com Al’Mipedim.

Assim, não é de se surpreender que o portão que leva aos aposentos da Rainha Illexia perto do topo da colina central seja o lugar mais paranoicamente protegido em toda Colina dos Pilares. Uma estratégia bastante confiável que funcionou muito bem até que uma quietude momentânea fez um certo Líder de Esquadrão decidir reduzir o número de guardas, substituindo Batedores mais capacitados para a tarefa por Mandiblors de baixo escalão, dando à Kolmo, um Mipedian de Elite em uma missão de sequestro, passe quase livre direto até a Rainha e seus guarda-costas pessoais como visto durante os eventos de Grande Chance.

Independente do cenário, para se ter sucesso aqui é preciso ser mais rápido que os (muitos) olhos, assim, aqui, a mais veloz das Criaturas tem o privilégio de atacar — ou de fugir — primeiro.

Mirante de Oipont
Mirante de Oipont
Região
Território Danian
Raridade
Raro
Iniciativa
Coragem

Do alto, os Danians podem ver dentro do coração do Submundo, incluindo exércitos invasores com dias de antecedência

Patrulhamento aéreo é vital em qualquer zona de guerra e, sabendo disso, todas as Tribos reagem da melhor forma que podem. Devido a aridez e inospitalidade de Al’Mipedim, os Mipedians simplesmente confiam em sua Invisibilidade para pegar os inimigos desprevenidos; os M’arrillians espalham seus drones voadores em forma de ovo com conexão mental com o Capitão mais próximo; e tanto o Outro Mundo quanto o Submundo, dada a vastidão da área a ser coberta, normalmente precisam de Equipamentos de Batalha como o Torwegg ou Criaturas aladas como Dractyl. Os Danians, no entanto, têm uma vantagem tática nesse quesito pois de todos os sete poderosos Pilares que sustentam o teto do Submundo, a Colina dos Pilares é o único1 Local com acesso relativamente fácil ao próprio teto.

Esse mirante, supervisionado por oficiais como Ghundac, provê uma oportunidade estratégica única para um ataque antecipado com seu esquadrão alado ou, se as coisas ficarem feias, a possibilidade de atacar o inimigo com uma força esmagadora com todos os Danians, fazendo com que todos voem como seus ancestrais um dia voaram. Aqui, a Criatura (realmente o.O) mais valente tem o privilégio de atacar primeiro.

1Dada a altura desconhecida do Castelo dos Pilares

Infectório
Infectório
Archive
Infectório
Região
Território Danian
Raridade
Raro
Iniciativa
Coragem

Com criadouros de milhões de parasitas, os Danians podem infectar cada uma das Criaturas em Perim mais de cem vezes

Apesar de seu vasto número, a mais importante arma à disposição dos Danians é a Infecção através dos Parasitas Danians normalmente disseminados por Controladores como Yondaf. Diferentes Criaturas reagem de diferentes formas com um Parasita toma o controle de seus organismos, mas, na maioria das vezes, elas se tornam mais vulneráveis a determinados efeitos ou, misteriosamente, fortalecem seus adversários Danians das mais variadas formas.

Diferentemente de como o processo de infecção foi demonstrado durante os eventos de Raznus Retorna, em que o Danian lança um inseto em forma espectral que supostamente tomaria o controle de sua vítima, na verdade, Disparador de Parasita é utilizado, similar àqueles usados pelo esquadrão de Mandiblors sob o comando de Skartalas quase no fim da Perithon, quando várias Criaturas saem do Túnel Zizzok rumo à Colina dos Pilares.

Independentemente do método usado para disseminação, esses Parasitas precisam ser incubados e amadurecidos antes de serem usados, e esse processo é feito aos milhares de uma só vez no Infectório, um lugar extremamente nocivo para aqueles nos primeiros estágios da infecção, onde a mais valente das Criaturas tem o privilégio de atacar primeiro.

Corredores da Colônia
Corredores da Colônia
Arquivos
Corredores da Colônia
Região
Território Danian
Raridade
Incomum
Iniciativa
Terra

Contanto que não esqueçamos aqueles que se foram, eles viverão para sempre

Para os Danians, lembrar do passado não significa ficar preso a ele. Lembrar de seus antepassados e honrar os heróis caídos, histórias de amigos e familiares estão eternamente gravadas nas paredes em ruínas da Colina dos Pilares constantemente em manutenção por Mandiblors como Nakal trabalhadores esforçados menosprezados pela sociedade Danian.

É um trabalho ingrato, mas sob a amargura de uma sociedade antipática, lá no fundo, é recompensador. Um trabalho que engrandece os corajosos e enfraquece os fortes para que todos unam-se como iguais, como um, como Danians. Aqui, aquele que mais firmemente fincar os pés no chão de Terra tem o privilégio de atacar primeiro.

Na Animação
Participações

A Colina dos Pilares aparece, em Perim ou em Chaotic, nos seguintes episódios: