Locais

 

Pilar de Ferro

 
 

Os frequentes terremotos que atingem o Submundo são atribuídos à instabilidade desse que um dia foi um poderoso suporte

Background

Localizado a sul-sudeste da Cidade do Submundo, o Pilar de Ferro é o Pilar central dos sete poderosos Pilares que sustentam o teto do Submundo, juntamente com1 o Pilar do Castelo, o Pilar de Gelo, o Pilar de Jade, a Colina dos Pilares, o Pilar de Pedra e o Pilar de Madeira.

Apesar do nome, na verdade, o Pilar de Ferro não é feito de ferro. Quando terremotos intensos ameaçaram o Submundo, Khybon, tendo sido ordenado a “fazer alguma coisa” sobre o problema, começou a remendar a superestrutura, fundindo diferentes tipos de metais de seu ferro-velho. Com o tempo, com a crescente quantidade de metal adicionada para manter o Pilar inteiro mais a manutenção contínua, ele próprio acabou se tornando uma fonte de materiais (quase) brutos, agindo como uma siderúrgica improvisada. Eventualmente, a massiva coluna se tornou visualmente mais metálica do que rochosa, e o nome pegou.

Os terremotos obviamente não cederam e a emenda acabou pior que o soneto. Não apenas pedaços de sucata começaram a cair do Pilar, colocando em risco a área ao redor dele, mas, por causa de um campo magnético inesperado, todos os tipos de Equipamentos de Batalha deixaram de funcionar perto do Pilar. Certamente a culpa foi da pressa imposta por Chaor em ter a situação controlada o mais rápido possível, o que impediu tanto Khybon como qualquer outra Criatura de pensar cuidadosamente a respeito.

Tomando o Tanque de Lava como exemplo, é compreensível que em algumas regiões do Submundo a crosta não é muito profunda, o que significa que sua fundação está bem acima de quantias imensuráveis do magma. Contrapondo Perim com a Terra, o Submundo estaria muito próximo da camada de altíssima pressão chamada Núcleo Externo. E olhando a geografia do Submundo, seja a relativa proximidade das Portas das Minas Profundas, à Leste, atrás das quais vivem os M’arrillians em um ambiente certamente abundante em água — ou ao menos um dia assim o foi, justificando a invasão deles — ou então pelo simples fato de que o próprio magma é sim composto por bastante água também, uma série de eventos foi desencadeada resultando nesse grande problema.

Quando o magma se cristaliza na presença de água, os silicatos resultantes contêm ligações peróxidas que, sob alta pressão e temperatura, se quebram formando buracos. Enquanto os elétrons permanecem presos às ligações peróxidas rompidas, os buracos são livres para trafegar pela estrutura cristalizada e esta difusão natural eventualmente cria na estrutura cristalina regiões que são positivas e negativamente carregadas, permitindo à corrente fluir em um único sentido até que a diferença potencial atinja um valor que rompa a ligação, aumentando assim a corrente. Com esse súbito aumento na corrente, um campo magnético é criado, e, após um terremoto, um PEM é liberado.

Isso não seria um problema se o Pilar de Ferro não fosse feito principalmente de Ferro e outros elementos ferromagnéticos, já que estes podem ser permanentemente magnetizados e, assim, reter campos magnéticos por períodos de tempo indeterminados.

Deixando a Química de lado, resta a questão de como os terremotos começaram. Um terremoto pode ser formado por quaisquer tipos de atividade sísmica. As Criaturas do Submundo podem ser conhecidas por seu comportamento explosivo e descuidado — daí o decreto de Chaor estabelecendo que todas as formas de conflito deveriam ser resolvidas no Coliseu do Submundo — mas mesmo essa imprudência não seria suficiente para afetar uma estrutura de tamanha magnitude. Além disso, a geografia do Submundo também não indica múltiplas fraturas planares extensas o bastante para resultar em deslocamentos tectônicos.

Em Chaotic Now or Never!, existia uma Criatura no Submundo chamada Laxxar14 que, graças a diversos implantes mecânicos, sobreviveu à queda de uma espaçonave chama Na’arin. Sim, você leu certo. Na’arin, como em Anel de Na’arin.

Esse enredo ignorado, inacabado ou simplesmente não introduzido na Animação definitivamente abre espaço para diversas teorias, mas, no que tange o Pilar de Ferro, não poderiam os terremotos ser causados pela tal espaçonave tentando emergir, saindo do chão?

1É incerto se o Pilar Entalhado e o Pilar de Vapor estão realmente anexados ao teto

Perim
Pilar de Ferro
Região
Submundo
Raridade
Super Raro
Iniciativa
Coragem

O campo magnético forte e constante em torno do Pilar de Ferro previne que quaisquer Equipamentos de Batalha funcionem, no entanto, efeitos ativados após um ser destruído/sacrificado — como Lira dos Mugicians, a fim de proporcionar um Mugician adicional — ainda funcionam como de costume. Aqui, a mais valente das Criaturas em combate tem o privilégio de atacar primeiro.

Na Animação

Das poucas vezes em que o Pilar de Ferro apareceu na Animação, duas merecem destaque.

Em sua primeira aparição, durante os eventos de Tudo está em Fluxo, o Pilar de Ferro permitiu que o protagonista, Major Tom, usasse as forças do brilhante plano arquitetado por Klay contra ele mesmo, impedindo que o Treco de Troca de seu Magmon funcionasse e, assim, garantindo a vitória para seu Mezzmarr.

Em sua última aparição, durante os eventos de Robôs da Pesada, Ulmar, o Dr. Frankenstein de Perim, vai um pouco além da conta com sua genialidade e, enquanto tentando fazer com que Gigantropers pensassem por conta própria, ao desenvolver um componente biotecnológico com parte de seu próprio cérebro, ele “acidentalmente” os transformou em máquinas conscientes que quase puseram abaixo o Pilar de Ferro enquanto o desmantelavam para suprir o desenvolvimento de suas próprias evoluções.

Participações

O Pilar de Ferro aparece, em Perim ou em Chaotic, nos seguintes episódios: